quarta-feira, 16 de maio de 2012

O BLOG DO MOLHADINHO DE MARUJINHO

(Makulè)
             A Ideia do blog começou após o comentário crítico sobre a leitura de um determinado blog falando sobre a mulher sequinha e as formas dela não se umedecer. Tudo isso em função de fugir do pecado carnal. A “receita” ia desde não se alimentar de cenouras, pepinos até pedir perdão por ter tido relações sexuais com o seu próprio companheiro. Daí até a discussão foi um pulo.
            Bem, o corrimento, que é o aumento da secreção vaginal, com cheiro fétido e cor amarelada, é um dos motivos mais frequentes de consultas ao ginecologista. Entretanto, é fato científico comprovado que, a sensação de umidade nas partes íntimas, o corrimento vaginal – chamado pelos médicos de fluxo – nada mais é do que parte do funcionamento normal do corpo da mulher. Até aqui tudo entendido. Aí a discussão esquentou com as colocações do senhor Marujo de que isso estava errado, tratava-se de pensamento medíocre e sem inteligência e que o melhor era a molhadinha do Marujinho. E, tal fato- a mulher ter umidade vaginal, era ideal para fazer o papel natural da mulher – ter relações com o seu companheiro. Difícil discordar quando a observação direta é pertinente e aplicada à própria natureza feminina e proveniente de um Ser supremo. Aí a discussão aumentou e chegou-se a duas conclusões básicas:
1ª – A umidade feminina é natural e criada por um Deus com finalidades específica ter relações, ter prazer e ser tudo de bom. Ao mesmo tempo, pecar é o ser humano achar que um Deus deve ser corrigido por ter fornecido o princípio da fecundidade e do prazer.
2ª – Que o bom mesmo é manter relações sexuais e quanto mais mulheres úmidas mais felicidade geral para a nação. Contudo, era preciso fazer girar uma nova forma de pensar ou repensar sobre muitos assuntos.
            Enfim esse Blog não tem nada de especial, não tem nada de fantástico ou de extraordinário, mas é tudo de bom. É como comer um belo peixe ao cair da tarde na Ribeira, tomando uma geladinha e trocando conversa com os amigos à cerca de coisas que o mundo faz melhor de idiota. E para isso estamos aqui firme e forte.

Nenhum comentário: